Cidade

Um dos símbolos que lembram a imigração italiana na Região Central do Rio Grande do Sul, o Monumento ao Imigrante, que fica no distrito de Arroio Grande, será restaurado. O trabalho na escultura, inaugurada em abril de 2008 e produzida pelo artista visual Juan Amoretti, será financiado pelo Município, por meio de emenda impositiva da vereadora Anita Costa Beber de R$ 75 mil. A previsão é que o serviço comece na segunda-feira (12), dependendo das condições climáticas.

A secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo explica que a revitalização deste monumento se faz necessária tendo em vista o seu estado atual de degradação, com a deterioração dos materiais que compõem a obra.

“O monumento tem relevância turística, cultural, histórica e artística para a cidade de Santa Maria devido ao que representa e, também, em razão de ser obra de um importante artista da cidade, Juan Amoretti, o que justifica a necessidade de sua recuperação”, acrescenta.

Passados 15 anos de sua inauguração, a obra apresenta desgaste dos materiais e sujidade aparente, o que resulta em mudança nos seus aspectos originais.

O MONUMENTO

Para a construção do Monumento ao Imigrante, o artista Juan Amoretti inspirou-se no legado dos imigrantes, expressando em sua obra a saudade, a expectativa, a esperança e a conquista de novas terras para um futuro promissor às futuras gerações. A obra possui 4,20 metros de extensão e 4 metros de altura.

A localidade de Arroio Grande foi uma das primeiras regiões ocupadas por italianos na região, o que impactou significativamente a formação desse povoado que, posteriormente, tornou-se distrito de Santa Maria. A imigração italiana contribuiu significativamente para a formação e para o desenvolvimento econômico e cultural da comunidade. A cultura, a identidade e a história de Arroio Grande estão intrinsecamente entrelaçadas com o legado deixado pelos italianos que ali se estabeleceram, sendo passadas de geração em geração por seus descendentes.

 

Fonte: PMSM

Foto: Divulgação/PMSM